Atividade física regular pode evitar morte por câncer de mama

Pesquisa diz que uma em cada dez mulheres brasileiras poderia ter se salvado se não fosse sedentária

  • 587
  •  
  •  
  •  
  •  

Praticar atividade física com regularidade pode evitar a morte de mulheres pelo câncer de mama. É o que revela pesquisa divulgada na revista Nature, que teve participação do Ministério da Saúde no Brasil. Com dados de 2015, a pesquisa constatou que uma em cada dez mulheres vítimas do câncer poderia ter evitado a morte se praticasse pelo menos 150 minutos por semana de alguma atividade física. Cerca de 2.075 mulheres poderiam ter se salvado.

Foto: JBLM PAO/Flickr-CC

A médica Isabela Panzeri Carlotti Buzatto, da Divisão de Mastologia e Oncologia Ginecológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP, analisou o estudo.

Ela explica porque a atividade física pode efetivamente evitar a morte em alguns casos de câncer de mama. Para a médica, as políticas públicas devem intensificar o alerta do sedentarismo como fator que contribui para as mortes por câncer de mama.

Ouça a entrevista no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 587
  •  
  •  
  •  
  •