Atentado em Londres pode ter graves consequências políticas, diz colunista

O atentado em Londres preocupa na medida em que favorece o surgimento de correntes de extrema-direita

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

cab_andre_singer

logo_radiousp790

As casas do parlamento inglês, vistas através da ponte de Westminster – Foto: Adrian Pingstone via Wikimedia Commons

Um atentado no coração de  Londres, nesta quarta-feira (22), deixou quatro mortos e cerca de 40 feridos. Ainda não está claro o caráter desse atentado, mas tudo indica ter sido mais uma obra do terror. Em sua coluna semanal, o cientista político André Singer teme pelas consequências políticas dessa ação, num momento em que países da Europa, como França e Alemanha, estão praticamente às vésperas de eleições.

O temor é da ascensão da extrema-direita, justamente daquelas correntes que fazem do anti-islamismo a sua principal bandeira. Atentados como o que ocorreu em Londres só acirram esse espírito, como Singer constata: “É claro que a ascensão dessas correntes de extrema-direita  é algo grave, porque transforma o cenário internacional em algo extremamente tenso e belicoso”. Ele teme uma escalada de violência, cujas repercussões podem chegar ao sempre instável Donald Trump.

Enquanto isso, no Brasil, a tensão advém da reforma da Previdência.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados