Big-bang é teoria mais sólida para origem do Universo

Em sua coluna semanal na Rádio USP, o professor João Steiner esclarece o que é o big-bang e o que torna este o modelo dominante

 14/10/2016 - Publicado há 5 anos  Atualizado: 03/04/2017 as 13:52
Por

cab_steiner

logo_radiousp790px

O Universo se expandiu a partir de um estado denso e quente e continua a se expandir - Foto: Wikimedia Commons
O Universo se expandiu a partir de um estado denso e quente e continua a se expandir – Foto: Wikimedia Commons

A noção de que o Universo surgiu numa espécie de grande explosão, sendo originalmente muito quente e denso em algum tempo finito no passado e, desde então, tem se resfriado e continua em expansão atualmente é conhecida como big-bang. Mais do que uma simples ideia, a principal explicação para a origem de tudo que conhecemos é uma teoria muito bem fundamentada em evidências científicas e observação. Sabe-se inclusive, com uma margem mínima de erro, que a idade do Universo é de 13,9 bilhões de anos.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.