As possibilidades infinitas da inteligência artificial

Em 1980, o campo da inteligência artificial estava minguando

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

cab_ciro_marcondes

logo_radiousp790px00_zero

Foto: Portal gda via Visual Hunt
Foto: Portal gda via Visual Hunt

Nesta coluna, o professor Ciro Marcondes Filho retoma alguns temas já abordados em sua coluna anterior. Ele expande os conceitos sobre a inteligência artificial. Em 1956, havia a expectativa da criação de máquinas com habilidades para usar a língua, formar conceitos, resolver problemas atualmente solúveis apenas por seres humanos. Hoje, a inteligência artificial empodera núcleos centrais da Google, recomenda filmes da Netflix, comanda carros sem condutores. “A inteligência artificial começou a trabalhar quando abandonou seres humanos como modelos por via da analogia”, diz Ciro Marcondes. E, claro, a inteligência artificial também tornou possível as traduções eletrônicas.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •