As diferenças entre cirurgias curativa e reparadora

O professor Eduardo Rocha fala sobre as diferenças entre os dois tipos de cirurgias e as expectativas dos pacientes

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No “Fique de Olho” desta semana, o professor Eduardo Rocha fala das diferenças entre as cirurgias curativas e reparadoras do olho. Ele diz que, para tratar os problemas dos olhos, há uma infinidade de cirurgias, as feitas de forma tradicional e aquelas com o uso do laser, por exemplo. O professor lembra da importância da informação quando o paciente vai se submeter a uma cirurgia, quer seja curativa, quer seja reparadora, para que suas expectativas sejam atendidas. A curativa é  quando se constata o problema e o procedimento é feito para eliminá-lo e com grande chance de cura, como, por exemplo, o descolamento de retina. Já no grupo da reparadora estão os procedimentos para atenuação do problema, como o excesso de pele na pálpebra. O professor fala ainda sobre a cirurgia de miopia, que é reparadora. Ouça acima, na íntegra, a coluna do professor Eduardo Rocha.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •