Arte, comunicadora de emoções, transcendendo o tempo

Marcondes Filho : “A ciência tem pouco a dizer sobre a arte, são domínios estranhos entre si”

cab_ciro_marcondes

logo_radiousp_790px
.

Foto: Cecília Bastos
Foto: Cecília Bastos

No início, a arte não era diferente do trabalho dos artesãos. O termo, para eles, supunha a ideia de colocar em ordem. Inúmeros autores, artistas, escritores e pensadores se preocuparam em definir a noção de arte ao longo da história. Em tempos remotos, ela tinha como função imitar a natureza, mas isso mudou com o passar do tempo. “A arte consegue comunicar muito mais coisas do que a ciência jamais conseguiu. Ela é a forma mais plena da comunicabilidade humana. Não se explica a arte, se sente.”

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •