Após estereótipos, transexualidade se torna tema de saúde

Tema foi enquadrado como uma condição relacionada à saúde sexual pela OMS

Na edição desta semana do programa Saúde sem Complicações, o professor Tiago Apolinário fala sobre transexualidade, um tema delicado, na medida em que, até  bem pouco tempo, as pessoas que não se identificavam com o sexo de nascimento eram diagnosticadas como doentes mentais pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com o professor Apolinário, “atualmente este tema foi enquadrado como uma condição relacionada à saúde sexual, deixando de ser uma doença relacionada a transtornos mentais”.

O termo transexual é usado para pessoas que nasceram com um determinado sexo, masculino ou feminino, assim como suas características físicas, porém, não se reconhecem como tal, buscando mudar de alguma forma aspectos como a voz, o órgão genital, massa muscular,  entre outros.

O programa é produzido pela locutora Mel Vieira e por Maju Petroni, com apresentação de Mel Vieira e trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Direção de Rosemeire Talamone.

Ouça no link acima a íntegra do programa Saúde sem complicações.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.