Após 37 anos no poder, Robert Mugabe deixa presidência do Zimbábue

Inflação, desemprego e descontentamento político da população foram fundamentais no processo de saída de Mugabe

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Da luta pela independência a uma enorme crise política e financeira. Após 37 anos no poder, na terça-feira, dia 21 de novembro, Robert Mugabe deixou a presidência do Zimbábue.

Aos 93 anos de idade, Mugabe comandava o país desde 1980 como primeiro-ministro e, a partir de 1987, no cargo de presidente. Em meio a articulações para transferir o poder à sua esposa, grandes índices de desemprego e alta inflação,  a intervenção do exército foi peça chave para a  renúncia do ex-presidente.

Mesmo com cenário problemático, a figura de Mugabe é tratada com respeito por grande parte da população — muito por conta de sua importância para  a independência do Zimbábue.

Para debater o assunto e avaliar perspectivas para o futuro dos zimbabweanos, conversamos com  Antônio Gomes de Jesus Neto, especialista em Geografia Humana pela Universidade.

Ouça o áudio da entrevista acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados