Aplicativo de contagem de calorias pode evitar obesidade em jovens

Pesquisa da Faculdade de Medicina da USP avalia eficiência da ferramenta na perda de peso pelos adolescentes

  • 42
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

O grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP busca voluntários para pesquisa científica sobre obesidade em adolescentes. O projeto irá avaliar a influência do aplicativo de smartphone contador de calorias FatSecret no grau de adiposidade de adolescentes com obesidade submetidos a tratamento multidisciplinar. Para entender mais sobre o estudo, o Jornal da USP no Ar conversou com a pesquisadora Andrea Samara Audi e com o doutor Marcio Corrêa Mancini, chefe do grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do HC.

A obesidade afeta cada vez mais pessoas por conta da modernização da sociedade, que possibilitou realizar atividades com menos esforço e aumentou a quantidade de alimentos industrializados, afirma o médico. Para combater esse cenário, Andrea conta sobre a pesquisa, que tem como objetivo avaliar o uso do aplicativo no tratamento de perda de peso nos adolescentes, uma forma mais atrativa de prover uma educação alimentar e a saída do sedentarismo.

As inscrições já estão abertas e, para participar, os voluntários precisam ter entre 13 e 17 anos, apresentar obesidade, não ter insuficiência cardíaca, renal ou hepática, não estar em tratamento para obesidade, além de outras restrições. Eles serão divididos em dois grupos e ambos terão acompanhamento com endocrinologista e nutricionista. Porém, apenas um deles realizará a contagem de calorias ingeridas através do aplicativo, ponto que avaliará se essa prática contribui para as orientações alimentares e perda de peso.

Mancini ressalta que a obesidade é causada, muitas vezes, por falta de orientação e hábitos cultivados pela família. Por isso, o médico aconselha que a mudança para uma alimentação regrada e prática de exercícios físicos parta de todos os membros familiares. Para os interessados em participar da pesquisa, basta entrar em contato com a pesquisadora através do telefone (11) 99170-8598 ou e-mail andreaaudi@usp.br.

jorusp

  • 42
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados