Aos poucos, energias renováveis passam a ser alternativas atraentes

É o caso da energia eólica, que já representa uma contribuição significativa, segundo José Goldemberg

As energias renováveis ainda representam uma pequena parcela da geração elétrica no Brasil, mas também é um fato que os governos estaduais começam a olhar para essas alternativas com mais atenção, o que o professor José Goldemberg vê como algo positivo. “No caso da energia eólica”, diz ele, ” isso já não é uma contribuição pequena, é uma contribuição significativa”.

A potência instalada de moinhos de ventos no Brasil – cerca de 6 mil deles – já é elevada, representando cerca de 7% da capacidade instalada, embora ainda não se possa dizer o mesmo da energia consumida. Saiba mais ouvindo a coluna Energia pelo link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 3
  •  
  •  
  •  
  •