Ao voltar da rua, é imprescindível higienizar roupas e celulares

A professora Maria Aparecida reforça que até mesmo os calçados exigem atenção especial para evitar uma possível contaminação pelo novo coronavírus

Os casos de contaminação e de mortes pelo coronavírus crescem diariamente. Por esse motivo é necessária toda atenção com o que vestimos e usamos ao sair de casa. No caso das roupas com as quais saímos para a rua, logo ao chegar em casa devem ser retiradas imediatamente e colocadas na máquina de lavar. Se não der para fazer isso na hora, coloque em um saco plástico e feche. Só abra para lavar sem misturar com roupas de uso doméstico, se for possível. Para quem usa óculos, a higiene é superfácil, basta lavar com água e sabão. Celulares, bolsas e mochilas não devem ter contato com outra superfície antes de serem higienizados com álcool 70. Bonés e chapéus também precisam de atenção. O que pode, deve ser lavado, do contrário, a higienização deve ser feita com álcool 70.

Mas o que fazer com os calçados? A professora Maria Aparecida Nicoletti, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, diz que “o ideal é fazer como os japoneses, não entrar em casa com eles. Mas, se isso não for possível, após retirá-los, aqueles que não estragam vão para o tanque e devem ser lavados com água e sabão; já naqueles em que isso não pode ser feito, a dica é limpá-los com álcool gel ou álcool 70″. A palavra-chave neste momento é prevenção. O ideal é seguir uma regra bem simples: se sair de casa for extremamente necessário, a higienização é imprescindível.

 

 

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.