Anvisa regulamenta alisamentos capilares

Escova progressiva terá de seguir novas regras

Os alisamentos alcalinos, utilizados em cabelos afro, já seguem regras da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) há muito tempo. No entanto, a escova progressiva, que usa ácidos para conseguir manter os cabelos lisos, até então fora da regulamentação, agora é considerada um alisamento. As novas regras, que estão em discussão, pretendem definir o grau de acidez dos produtos utilizados. Quanto menor o PH da química para alisar os cabelos, maior o dano ao fio capilar. Por esse motivo, quando é feita uma progressiva no cabelo, ele fica com um aspecto bonito, brilhante, mas, na verdade, o fio fica “plastificado”, rígido, diz a professora Maria Valéria Robles Velasco, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP. Ela explicou que o método é irreversível e muda a estrutura capilar. Isso pode ser notado na mudança de tom do cabelo pelo uso de substâncias oxidantes. Além disso, se a progressiva for feita constantemente, em curtos intervalos de tempo entre uma e outra, o fio fica quebradiço.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.