Ampliação do acesso aos serviços de saúde é medida positiva

A opinião é de especialista, que aponta, no entanto, a existência de alguns desafios pela frente

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Photo credit: Alex E. Proimos via VisualHunt/CC BY-NC

O Ministério da Saúde pretende ampliar o acesso aos serviços de atenção primária à saúde e, desse modo, desafogar as Upas (Unidades de Pronto Atendimento) e emergências hospitalares. Para tanto, estuda ampliar o horário de atendimento, com possibilidade inclusive de estendê-lo aos sábados e domingos. O especialista em Medicina de Família e Comunidade, Stephan Sperling, do Programa de Residência da Faculdade de Medicina da USP, considera a medida positiva, desde que se atendam aos interesses dos municípios e que se respeitem as disparidades regionais.

Na opinião dele, ampliar o horário de acesso aos serviços de saúde é “um desafio quase que civilizatório para o sistema de saúde”, embora deva ser levado em conta que “as experiências dos sistemas de saúde em relação a essa ampliação são muito discrepantes”. Há dificuldades, como o número insuficiente de médicos e a remuneração, nem sempre considerada adequada. “Não é um desafio simples, com uma resposta simples.”

Acompanhe a matéria na íntegra pelo link acima.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados