Alteração no Minha Casa, Minha Vida prejudica população carente

“Não há política habitacional para quem mais precisa de casa”, afirma a professora Raquel Rolnik

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

Unidades habitacionais entregues pelo programa Minha Casa Minha Vida - Foto: Bruno Peres/Min. Cidades
Unidades habitacionais entregues pelo Programa Minha Casa, Minha Vida – Foto: Bruno Peres/Min. Cidades

A  mudança das regras anunciadas em setembro no Programa Minha Casa, Minha Vida prejudica as famílias de menor renda, no entendimento da professora Raquel Rolnik. O governo anunciou a criação de uma nova faixa do programa para famílias com renda mensal de até R$ 2.750,00. A professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP e colunista da Rádio USP comenta as vantagens e desvantagens da iniciativa do governo.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 5
  •  
  •  
  •  
  •