Alteração do nome da estação Liberdade do Metrô provoca discussão e insatisfação

A mudança estimulou o debate sobre como deve ser processada a nomeação de vias e prédios públicos e a necessidade de consultar a sociedade civil

A extensão do nome da estação de Metrô Liberdade para Liberdade/Japão, em São Paulo, tem provocado indignação de diferentes grupos. Isso porque o bairro Liberdade não concentra apenas japoneses, mas outros grupos étnicos, como coreanos, chineses e outros orientais, além dos originários, que deram o nome ao bairro, os negros. O professor Ricardo Alexino Ferreira também questiona por qual motivo a estação Higienópolis/Mackenzie, na área central de São Paulo, destaca o nome de uma empresa privada.“É urgente rever nomes de ruas, praças, estações de Metrô e outros espaços públicos em São Paulo, que fazem referências a pessoas, grupos ou outros tipos de interesses sem que isso seja amplamente discutido com a população e organizações civis”, afirma o professor .

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.