Alta do dólar vai impactar pesquisas de ciência e esporte no País

Importação e produção de conhecimento ficarão menos acessíveis aos pesquisadores brasileiros

Nesta semana, o professor Paulo Roberto Santiago fala sobre o impacto negativo que a alta do dólar terá sobre a produção de ciência e esporte no Brasil. “Os pesquisadores da áreas de ciência e de esporte vão enfrentar um período muito obscuro por conta do aumento da moeda americana.”

Santiago ainda relata que a importação de equipamentos e a produção de conhecimento terão difícil acesso para os pesquisadores por conta do aumento dos preços. “O dólar está passando dos R$ 4 e, em algumas projeções, pode chegar até a R% 5, e isso vai tirar o poder de fogo de produção dos estudiosos brasileiros.”

O professor Santiago ainda adverte os profissionais da área. “Pouca gente se importa com a economia nesta área, mas os pesquisadores devem se preparar para um período de enorme dificuldade para produção de pesquisa com menos verba.” Ouça, no link acima, a íntegra da coluna do professor Paulo Santiago.

Textos relacionados