Alimentos ultraprocessados aumentam risco de câncer de mama

Alexandre Faisal traz estudo francês que acompanhou 100 mil participantes e revela relação entre dieta e câncer

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na coluna de hoje, o médico, ginecologista e pesquisador do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP, Alexandre Faisal, fala sobre uma pesquisa francesa que relaciona o tipo de dieta e a ingestão de alimentos ultraprocessados com o risco de câncer de mama.

O médico explica que, na pesquisa, esses alimentos foram classificados em quatro grandes grupos: desde minimamente processados (como frutas e vegetais) até muito processados (que possuem alto grau de conservantes). O experimento acompanhou mais de 100 mil participantes, cuja idade média era de 42 anos, de 2009 a 2017, e teve como resultado que a ingestão desse tipo de alimento se associou com o aumento global, em 12%, do risco do câncer de mama.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados