Alberto Dines: um homem à frente de seu tempo

Em sua coluna de hoje, Lins da Silva traça um breve comentário da vida e da obra do jornalista, recentemente falecido

Em sua coluna semanal para a Rádio USP, o professor Carlos Eduardo Lins da Silva lamenta a morte, aos 86 anos, do jornalista Alberto Dines, ocorrida recentemente. O colunista destaca a permanente vontade de inovar de Dines e sua luta para fazer com que o jornalismo supere os problemas que enfrenta atualmente. Foi também um grande renovador do jornalismo. Com seu trabalho, no Jornal do Brasil, transformou por completo toda a imprensa nacional na virada da década de 1950 para a de 1960.

Não bastasse isso, Dines destacou-se como o primeiro a fazer autocrítica da imprensa, tendo sido precursor da figura do ombudsman. Enfim, para Lins da Silva, Alberto Dines sempre esteve à frente do seu tempo, o que o torna muito difícil de ser substituído, pois suas virtudes e qualidades dificilmente poderão ser encontradas em uma única pessoa. A nós, diz o colunista, resta tentar construir sobre o legado que ele nos deixou, a fim de que possamos melhorar o futuro do jornalismo, que hoje passa por um momento complicado.

Textos relacionados