Al Jazira na mira do governo de Israel

Para Marília Fiorillo, a ameaça de fechamento da emissora tem relação com conflito geopolítico

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O governo de Israel anunciou, no último dia 6, sua intenção de fechar o escritório da emissora Al Jazira, comandada pelo Catar. A professora Marília Fiorillo, da Escola de Comunicações e Artes da USP, comentou sobre o assunto.

Marília destaca que a acusação de que a Al Jazira é um veículo que faz propaganda do Islã é totalmente infundada. Para ela, a perseguição a jornalistas em países muçulmanos é um indicativo de que se trata de um veículo pluralista. Para a professora, o que explica, de fato, essa ameaça de Israel é o conflito geopolítico entre Arábia Saudita e Catar.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados