“Águas de uma saudade” traz influências mineiras

Músicos considerados mestres mineiros da viola, são inspiração para o jovem violeiro Rodrigo Delage

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Revoredo desta semana traz o álbum Águas de uma saudade, de Rodrigo Delage. Neste álbum, Delage mostra as influências do mestres mineiros como Renato Andrade, Zé Coco do Riachão, Dimas Soares e Roque Violeiro tiveram em suas músicas.

Rodrigo Delage nasceu em Belo Horizonte e morou em algumas cidades do interior de Minas Gerais, dentre elas Pirapora, às margens do Rio São Francisco, onde desde pequeno teve contato com universo da viola caipira.

As músicas apresentadas foram, “Liso Sussuarão”; “Lagoa da Tapera”; “No meio do redemoinho”; “Porto das águas”; “Águas de uma saudade”; “Eu nessa folia”; “O rio tá cheio, Maria”; “Luduvina”; “Valseado”; “Mágoa de Rio”; “Rio-abaixo”; “Inhuma da Vereda”; “Três Margens”; “Pinicado Iundu”; “Até que a chuva caiu” e “Boi Sertão”. Junto com André Siqueira no violão, Antônio Viola no Violoncelo, Ricardo Cheib na Percussão, Max Rosa na Voz e Gabriel Levy no Piano.

O Revoredo é produzido e apresentado pelo maestro José Gustavo Julião de Camargo, do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, com trabalhos técnicos de Luiz Antônio Fontana.

Ouça acima na íntegra o programa Revoredo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados