Agricultura saudável no Brasil é possível, mas ainda há obstáculos

Há exemplos de sistemas de produção agrícola sem agrotóxicos e agroquímicos

  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

O vídeo Diálogos sobre a Nova Economia: Compromisso com o Clima, em que o agrônomo Leontino Balbo Júnior descreve uma modalidade de agricultura livre de agroquímicos é uma “verdadeira aula magna” sobre o assunto, diz o colunista José Eli da Veiga.

Leontino mostra que é perfeitamente possível, mesmo em grandes sistemas de produção, como os de cana-de-açúcar, soja ou milho, práticas que não sejam tão negativas para a saúde e prejudiciais ao meio ambiente.

Mas esse tipo de agricultura é inviabilizada por dois obstáculos: o sistema necessita de muito conhecimento, o que é raro no setor, e também requer muita mão-de-obra. “É um enorme obstáculo para a agricultura patronal, que tem como lógica maximizar a produtividade do trabalho e não da terra”, afirma, ressaltando que “se você tem um sistema que não precisa de agroquímicos mas precisa de muita mão de obra, isso é negativo para quem quer produzir o máximo possível com o mínimo de empregados”. Enfim, são esses dois obstáculos – conhecimento e mão de obra – que bloqueiam as soluções benéficas à saúde e ao meio ambiente.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Sustentáculos.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Sustentáculos.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados