Acordo entre União Europeia e Mercosul traz boas perspectivas para o desenvolvimento sustentável

Na análise de José Eli da Veiga, não haverá problemas em relação às práticas sustentáveis

No documento que se tem até o momento sobre o acordo, não há nada de preocupante em relação ao desenvolvimento sustentável. No texto de princípios, descrito em 17 capítulos, o 14º é dedicado ao desenvolvimento sustentável. “O capítulo é muito bom, pois trata de procedimentos específicos para a solução de controvérsias. Uma espécie de tribunal especial”, avalia o professor José Eli da Veiga. Para mais detalhes, o colunista recomenda aos interessados a leitura do texto Os mandamentos do comércio e desenvolvimento sustentável, que está publicado em sua coluna na revista Página 22.

Eli da Veiga lembra que o atual documento ainda precisa ser transcrito e que não há a assinatura oficial. “Depois disso haverá um processo de ratificações pelos parlamentos nacionais”, adverte. Segundo o colunista, uma forma de se “prever” o futuro é analisar outros 54 acordos da União Europeia, alguns em vigor e outros provisórios. “O acordo feito com o Canadá, no sentido dos possíveis conflitos, é bem semelhante a este”, cita o colunista, lembrando que nos parlamentos europeus ainda não está claro se ele será ou não ratificado. “Os partidos de esquerda, em geral, são contrários ao acordo e dificilmente aprovarão. Já a direita está se distanciando do livre comércio, com alguns parlamentares ligados a sindicatos agrícolas hegemonizados por pecuaristas de corte.”

Ouça no link acima a íntegra da coluna Sustentáculos.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •