Acaso é fator importante nas descobertas científicas

Sistema de classificação criado por Ohid Yaqub considera os diferentes tipos de “serendipidade” que orientam investimento em pesquisa

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na nova edição de Ciência e Cientistas, o físico Paulo Nussenzveig, professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Física (IF) da USP, explana sobre a importância do acaso nas grandes descobertas científicas.

“Muitas grandes descobertas científicas foram feitas com enorme contribuição do acaso, da sorte. Existe, inclusive, uma palavra em inglês, muito empregada para descrever descobertas absolutamente fortuitas: serendipity”, conta o professor.

Citando o trabalho de Ohid Yaqub, da Universidade de Sussex, na Grã-Bretanha, o professor descreve um sistema de classificação criado por Yaqub, que considera os diferentes tipos possíveis de “serendipidade” e os mecanismos que levam à sua ocorrência, para estabelecer correlações que possam orientar políticas de investimento em pesquisa e desenvolvimento.

Ouça mais no áudio acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados