A sociedade vive a era da vigilância compartilhada

Artistas desenvolvem programas que bloqueiam o rastreamento de dados

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

.

O caso do Facebook e da Cambridge Analytica é um alerta para os usuários dos espaços de compartilhamento. A colunista Giselle Beiguelman, artista e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, esclarece uma das questões centrais da sociedade contemporânea. “Somos bancos de dados ambulantes que doamos nossas informações”, observa. Como preservar a nossa privacidade é a questão. A professora apresenta alguns programas antivigilância desenvolvidos por ativistas e artistas.

Ouça no link acima a íntegra da coluna. Quem quiser mais informações sobre todos os sites e temas comentados basta acessar: www.desvirtual.com

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados