A importância da memória visual

Memórias visuais arquivadas em nossas mentes podem aflorar de um momento para outro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Na coluna Fique de Olho desta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre um aspecto relacionado à visão, que é o estoque de registros de memórias sensoriais, no caso memórias visuais que temos guardadas em nossa mente.

Segundo Rocha, ao longo dos anos, passamos por momentos bons ou maus, que se tornam marcantes e que, de uma forma ou de outra, são registrados. No futuro, esses momentos são relembrados por ocasião do resgate desses registros, que pode se dar numa conversa, com a retomada da sensação que marcou o momento do registro visual.

Para finalizar,  o professor cita o exemplos de artistas plásticos que fizeram dos registros de moedas uma linha de trabalho, “podendo nos induzir por perspectivas, alterações de cores e outras genialidades artísticas e nos colocar diante de desafios em determinadas formas artísticas registradas”.

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados