A economia digital, e as novas formas de fazer negócios

Segundo Schwartz, a economia digital propiciou uma mudança global nas formas de fazer negócios, a partir dos novos modelos tecnológicos

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

cab_gilson

20161004_economiaD_colunistagilson
Foto: Divulgação

O assunto do professor Gílson Schwartz, em sua coluna semanal para a Rádio USP, é a chamada revolução das plataformas, frase da moda que a Internet incorporou e que revela como a economia digital evolui sem parar. A tecnologia digital criou um tipo de mercado que permite que se faça transações comerciais a partir de uma base operacional comum.

Segundo Schwartz, serviços como o Amazon e eBay são típicos desse mercado, ou seja, empresas que funcionam como um software compartilhado e, ao mesmo tempo, um espaço de transação, como acontece, aliás, com os próprios sistemas operacionais: windows, android, e outros que fornecem uma base comum para que muitos produtos e serviços sejam estabelecidos e negociados.

De acordo com o colunista, trata-se de uma espécie de mercado multilateral, mas ao mesmo tempo possui efeitos de rede: quanto mais pessoas usam, centenas de outras se sentem tentadas a fazê-lo.

É um mercado que vem crescendo, aponta Schwartz. Para este ano, a previsão é de que mais de cem novas plataformas digitais apareçam como um modelo de negócios, dispensando o controle por empresas tecnológicas.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados