A desconfiança gerada pelas fake news

Em um cenário onde mais de 50% do que está na rede é falso, segundo Arbix, fica difícil separar a realidade de todo o resto


Recentemente, fake news foi eleita a palavra do ano. E não é à toa, já que ela está cada vez mais presente na sociedade, causando polêmica até em eleições. O professor Glauco Arbix destaca que mais de 50% do que circula na internet é classificado como falso. O mundo on-line desde o início abriu espaço para mentiras, mas hoje a situação tem atingido proporções surpreendentes.

Surge, então, o problema da insegurança, porque a verdade pode ser vista como mentira e vice-versa. O colunista aponta como solução trabalhar o caso culturalmente e fazer uma reforma política na forma como as empresas grandes estão operando a própria informação.

Confira a íntegra da coluna no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 14
  •  
  •  
  •  
  •