A ciência que é feita com a ajuda dos cidadãos comuns

Pesquisas que envolvem grandes aquisições de dados são realizadas com a colaboração da população

  • 214
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Uma nova tendência que começa a se desenvolver na atividade científica, a citizen science (em inglês, ciência dos cidadãos), é o assunto da coluna do físico Paulo Nussenzveig. “Num artigo de opinião publicado na revista Nature no último dia 24 de outubro, Aisling Irwin descreve algumas iniciativas de pesquisas envolvendo grandes aquisições de dados, que são feitas com o auxílio de cidadãos comuns”, diz. “A expressão “ciência dos cidadãos” foi cunhada nos anos 90 por Alan Irwin, um sociólogo que atualmente trabalha na Dinamarca. Segundo ele, a expressão se refere à ‘ciência voltada às necessidades e preocupações dos cidadãos’ e ‘uma forma de ciência concebida e/ou praticada pelos próprios cidadãos’.”

Na Bélgica, o projeto CurieuzeNeuzen (algo como “narizes curiosos”) mede a qualidade do ar por meio de kits para medição de dióxido de nitrogênio, distribuídos para 20 mil participantes – Foto: Spotter2/Wikimedia Commons

“Há várias iniciativas em andamento, desde monitoramento de poluição, construção e distribuição de contadores Geiger para obter níveis de radiação ambiente, imagens de águas paradas para monitorar a disseminação de mosquitos vetores de doenças, até vídeos de fluxos de água para calibrar modelos de previsão de enchentes”, conta o físico. “Há também cidadãos doando seu tempo para ajudar a acelerar meta-análises e interpretar imagens de formas ainda além da capacidade de algoritmos computacionais.”

De acordo com Nussenzveig, “a tendência tem se expandido em função de demandas da sociedade, como o apetite por informação, por dados, o fantástico avanço das comunicações e as vastas conexões estabelecidas, além do desenvolvimento de tecnologias de sensores de baixo custo”. Para o professor, “um ponto importante é o esforço que se verifica em várias partes do mundo para aumentar a transparência e a acessibilidade dos métodos e resultados da ciência”.

Ouça mais no áudio acima.

  • 214
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados