Curativo orgânico vai ajudar no tratamento de queimados

O produto, em fase de testes, poderá ser utilizado por quem sofreu queimaduras com fogo ou água

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação/FZEA-USP
Foto: Divulgação/FZEA-USP

O pesquisador Daniel Ângulo, da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) da USP em Pirassununga, teve a ideia de desenvolver um curativo orgânico para o tratamento de queimaduras. A pele sintética é produzida com materiais naturais e mais baratos.

O objetivo é ajudar principalmente pacientes de baixa renda, que não podem pagar o alto preço pelo produto já existente no mercado. O estudo está em fase de utilizar o material (fibroblastos) de um modelo biológico, implantar, incubar e fazer análises histológicaos para verificar de que forma o material reage. Ângulo acredita que os estudos devem prosseguir até o final de 2017.

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados