“Universidade 93,7” – um caso de sucesso da Rádio USP

Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Há dez anos, um grupo de alunos do curso de jornalismo – formado por Tadeu Breda, João Peres, Guilherme Baixa e Tatiane Klein – solicitou ao chefe de departamento de Jornalismo e Editoração, José Luiz Proença, e aos professores das disciplinas voltadas ao radiojornalismo, Luiz Fernando Santoro e Luciano Victor Barros Maluly, que marcassem uma reunião junto à Superintendência de Comunicação Social (SCS). O objetivo era reivindicar um espaço na Rádio USP para a transmissão dos programas produzidos por universitários.

Foi assim que marcamos uma reunião na SCS com o então coordenador, Wanderley Messias da Costa, o diretor da Rádio USP, Celso dos Santos Filho, e a coordenadora de programação da emissora, Silvana Pires, entre outros presentes. A conversa foi rápida e produtiva, com a SCS atendendo à nossa solicitação.

Naquele momento, nascia o programa Universidade 93,7, que é transmitido pela Rádio USP FM todos os domingos, às 11 horas. O primeiro programa foi ao ar em 28 de setembro de 2008, devido às comemorações do Dia Nacional da Radiodifusão, data em homenagem ao Pai do Rádio no Brasil, Edgard Roquette-Pinto (1884-1954). O programa já estava gravado e teve a participação especial de Milton Parron, jornalista das rádios USP e Bandeirantes. O título era Palavras Cruzadas e teve a produção dos alunos André Albert, Ana Paula Bezerra Severiano, Daniele Assalve, Henrique de Brito Garcia, Natália Favrin Ferri e Marcelo Augusto Spinel de Souza Cargano.

A proposta didática alia o conhecimento dos conceitos em radiojornalismo e o compromisso para com os ouvintes. Assim, são produzidos radiojornais, especiais, entrevistas, entre outros formatos.

São mais de 500 programas produzidos nesses dez anos de transmissões, sendo que o apoio operacional da Rádio USP é fundamental ainda hoje, com destaque para as atuações de Dagoberto Alves e de Aparecido Tavares, atuais diretor e coordenador de programação da emissora. Da mesma forma, a dedicação dos funcionários do CJE, com  Ulisses Rodrigues de  Paula, idealizador do site do programa, assim como dos técnicos Roberto Samarão Guimarães, Alexandre Munhoz Vieira e Carlos Alberto Martins Netto (já aposentados) e de Djalma Ferreira de Moraes, Alexandre Gennari de Aguiar e Willian Mathias de Oliveira tornou-se um diferencial para a produção do programa,  justamente por facilitarem o trabalho dos alunos.

Os programas são gravados no velho Laboratório de Rádio João Walter Sampaio Smolka que, apesar das deficiências, ainda é um espaço de produção e convivência entre alunos, professores, funcionários e a comunidade externa.

A proposta didática alia o conhecimento dos conceitos em radiojornalismo e o compromisso para com os ouvintes. Assim, são produzidos radiojornais, especiais, entrevistas, entre outros formatos.

Dentro desse ideal, foram produzidos programas variados, desde o dia a dia do Hospital das Clínicas até a atual situação das escolas no Brasil.  Da mesma forma, diversos artistas se apresentaram no programa, como o músico e professor da USP Ivan Vilela e o grupo cover da cantora norte-americana Janis Joplin. Temas complexos também foram debatidos, desde o aborto até os complexos testes em animais.

O Programa Universidade 93,7 também já foi objeto de pesquisas acadêmicas, como as dos professores Lourival Galvão Júnior (Universidade de Taubaté) e Daniela Cristiane Ota (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul), em doutorado e pós-doutorado, respectivamente.

A linha editorial aborda pautas do cotidiano voltadas ao interesse público e à cidadania, sempre com a intenção de defender os direitos humanos, especialmente a liberdade de expressão. Logo, o programa Universidade 93,7 da Rádio USP FM é uma conquista da Universidade de São Paulo, justamente por ser um espaço aberto, plural e democrático.

Os arquivos estão disponíveis no repositório do Universidade 93,7:

.

 

Este post foi modificado as October 8, 2018, 4:47 pm