Vídeo denuncia assédio e violência contra a mulher na Universidade

Produção da Escola Politécnica traz relatos de abusos em sala de aula, festas e no cotidiano da USP

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Atualizado em 9 de março, às 16h52

A Escola Politécnica (Poli) da USP lançou neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o vídeo USP: Aqui Não, que trata do tema abuso na Universidade. A produção é uma parceria do grupo Politécnicas (R)existem com a diretoria da Poli e contou com apoio do USP Mulheres e da ONU Mulheres.

Nele, alunas contam casos de situações machistas, de assédio e violência sexual vivenciados por elas ou por colegas em salas de aula, festas ou até mesmo no cotidiano da USP.

No vídeo, a professora Liedi Legi Bariani Bernucci, vice-diretora da Poli, relata a sua experiência enquanto estudante da escola, que a motivou não só a prosseguir na carreira, mas a lutar contra as desigualdades de gênero que ainda persistem no ensino e também no exercício da profissão de engenheiro.

O vídeo também conta com um discurso do professor José Roberto Castilho Piqueira, diretor da Poli, que fala sobre a necessidade de respeito nas relações interpessoais, e da professora Eva Alterman Blay, coordenadora do programa USP Mulheres, projeto de combate à violência contra a mulher na Universidade que integra o programa ElesPorElas – HeForShe, da ONU. Assista ao vídeo:

 

Com informações da Assessoria de Imprensa da Poli

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados