Vem aí a segunda fase da Fuvest

De 8 a 10 de janeiro, os candidatos aprovados na primeira fase do vestibular realizam provas dissertativas em 37 locais no Estado de São Paulo

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

20170106_fuvest3a
Arte sobre foto de Marcos Santos/USP Imagens 
.

Neste domingo, 8 de janeiro, começa a segunda fase da Fuvest, o vestibular mais concorrido do país. Dos 136.736 candidatos inscritos na primeira fase, apenas 20.741 conseguiram se manter na disputa por uma das 8.734 vagas nos cursos da USP e 120 da Santa Casa de São Paulo. Há ainda 2.128 treineiros que participarão do exame. Após uma primeira etapa considerada difícil, os candidatos enfrentam agora mais três dias de provas discursivas, ao contrário da primeira fase, em que havia apenas questões de múltipla escolha.

.

O que vai cair?

.

fuvest_dia8

A prova é de Língua Portuguesa e Literatura. São 10 questões envolvendo compreensão e interpretação de textos, gramática e literatura, além da redação, que vale metade dos 100 pontos da prova.

fuvest_dia9

Os candidatos respondem 16 questões sobre as disciplinas do Núcleo Comum do Ensino Médio: Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática e Química. Algumas perguntas são interdisciplinares, todas com igual valor, somando 100 pontos

fuvest_dia10a

A última prova traz questões relacionadas à carreira escolhida pelo candidato. São 12 perguntas no total. Se forem duas disciplinas, serão seis questões de cada uma delas. Se forem três disciplinas, serão quatro questões de cada. A prova também vale 100 pontos

.

Para os candidatos de Artes Cênicas e Curso Superior do Audiovisual, o vestibular não acaba aqui: ainda há as provas de habilidades específicas entre os dias 11 e 13 de janeiro.

.

.

Fique atento
.

fuvest_fique_atento1b
Acesse o site da Fuvest e informe o nome, CPF ou número de inscrição para consultar seu local de prova. A organização recomenda que o candidato visite o endereço no dia anterior ao exame. O local pode não ser o mesmo da prova da primeira fase.

fuvest_fique_atento2b
Os portões das escolas serão abertos às 12h30. O fechamento deles e o início da aplicação da prova serão às 13 horas. Não serão admitidos retardatários. O candidato só poderá deixar o local a partir das 15 horas. A duração da prova é de quatro horas.

fuvest_fique_atento3
Documento original de identidade e caneta esferográfica (tinta azul ou preta). No primeiro dia de prova da segunda fase, levar uma foto 3×4 recente. São permitidos, para rascunho, o uso de lápis e borracha. Água e alimentos leves podem ser consumidos durante a prova.

fuvest_fique_atento4
O candidato não poderá utilizar ou manipular, em qualquer área do prédio, aparelhos celulares ou qualquer outro tipo de equipamento. Os relógios não poderão ser usados em hipótese nenhuma. A Fuvest informará os candidatos o tempo restante para o final do exame.

fuvest_fique_atento5
A primeira chamada da Fuvest será divulgada no dia 2 de fevereiro, às 10 horas. Há uma etapa não presencial e uma presencial de matrícula. Para as matrículas seguintes, há somente a matrícula presencial.


.

O mapa da Fuvest

.

A prova, hoje, acontece apenas no Estado de São Paulo, mas ela já chegou a ser aplicada em outros locais do Brasil, como Brasília, Curitiba e Belo Horizonte. “Pelo porte do exame, a questão de logística e segurança fica um pouco mais complicada, mas essa pressão tende a diminuir quando se tem parte das vagas pelo Sisu”, afirma o diretor executivo da Fundação, Paulo Cugnasca.

Saiba todos os locais onde os candidatos podem escolher fazer provas e também onde estão localizados os campi da USP. Serão 37 endereços de prova – 21 na região metropolitana de São Paulo e 16 no interior do estado.

.

fuvest_mapa_locais

fuvest_mapa_locais2Onde a USP está: São Paulo, Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, São Carlos, Santos.

fuvest_mapa_locais3


Locais de prova:

Grande São Paulo: São Paulo, Barueri/Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Taboão da Serra.

Interior: Bauru, Campinas, Franca, Jundiaí, Limeira, Lorena, Mogi Mirim, Piracicaba, Pirassununga, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Taubaté.

.

 

20170106_fuvest4a.
Quando sai o resultado? E como é a matrícula?

Depois dos três dias de provas, vem a expectativa dos candidatos: será que fui aprovado? A angústia termina às 10 horas do dia 2 de fevereiro, quando sai a primeira lista de aprovados no site da Fuvest e da USP.

Se o seu nome estiver na lista, nos dias 6 e 7 de fevereiro, das 9 horas às 15h59, você tem que acessar o site e confirmar sua matrícula on-line. Mas ainda não acabou o processo. Nos dias 13 e 14 de fevereiro, todo candidato convocado na primeira lista ou um procurador legalmente constituído deve comparecer no Serviço de Graduação da Unidade (Escola, Faculdade ou Instituto) responsável pelo curso no qual se matriculará. Lá, será assinada a lista de matrícula e entregue os documentos do estudante.

.

O candidato que não confirmar a matrícula on-line e comparecer no Serviço de Graduação da Unidade perderá sua vaga!

.
Durante os meses de fevereiro e março, quem prestou a segunda fase da Fuvest deve ficar atento. É nesse período que a USP divulga até SEIS CHAMADAS de candidatos. A diferença para os convocados dessas listas para a primeira é que não é necessário confirmar a matrícula pela internet, existe apenas a etapa presencial no Serviço de Graduação da Unidade.

.

Confira a data de divulgação das chamadas e das matrículas:

.
fuvest_segunda_chamada09/02 (quinta-feira) – 10 horas: divulgação da 2ª lista
13 e 14/02 (segunda e terça-feira): matrícula presencial para os convocados em 1ª ou 2ª chamada
fuvest_fio
fuvest_terceira_chamada17/02 (sexta-feira) – 10 horas: divulgação da 3ª lista
21/02 (terça-feira): matrícula presencial para os candidatos convocados em 3ª chamada
fuvest_fio
fuvest_quarta_chamada23/02 (quinta-feira) – 10 horas: divulgação da 4ª lista
02/03 (quinta-feira): matrícula presencial para os candidatos convocados em 4ª chamada
fuvest_fio
fuvest_quinta_chamada06/03 (segunda-feira) – 10 horas: divulgação da 5ª lista
07 e 08/03 (terça e quarta-feira): matrícula presencial para os candidatos convocados em 5ª chamada
fuvest_fio
fuvest_sexta_chamada10/03 (sexta-feira) – 10 horas: divulgação da 6ª lista
13/03 (segunda-feira): matrícula presencial para os candidatos convocados em 6ª chamada

.

Nos dias 7 e 8 de março, todo candidato matriculado em decorrência da 1ª, 2ª, 3ª ou 4ª chamada deve confirmar sua matrícula no Serviço de Graduação da Unidade responsável pelo curso.

.

Não fui convocado em nenhuma chamada.
Ainda tenho chances de ser aprovado?

.

Sim! Terminada a matrícula da sexta chamada, qualquer candidato a uma das vagas da USP não matriculados e que não tenham sido eliminados do vestibular Fuvest 2017 poderão manifestar interesse pelas vagas ainda não preenchidas, por meio de um novo processo de opção denominado “reescolha”, que se dará em duas etapas.

Em cada etapa, o candidato poderá manifestar, pela internet, a opção por um curso de qualquer carreira (inclusive da própria carreira indicada no ato de inscrição no vestibular), dentre os que possuam vaga ainda não preenchida, respeitadas as restrições de cada curso.

Vagas que não ocorrerem na primeira etapa de reescolha poderão, eventualmente, surgir na etapa seguinte, devido a cancelamentos de matrícula. Os cursos cujas carreiras exijam prova de habilidades específicas não participarão do processo de Reescolha, mas suas vagas ainda não preenchidas após a matrícula referente à 6ª chamada serão disponibilizadas apenas para os candidatos neles originalmente inscritos e não eliminados, como uma opção adicional, a ser exibida no site durante o processo de reescolha.

O processo de reescolha começa no dia 15 de março. Confira as regras e datas no site da Fuvest.

.

Os cursos mais concorridos

A lista completa com o número de vagas e número de inscritos em cada curso pode ser acessada no site da Fuvest.
.

Carreira 2016* 2017
Medicina – Ribeirão Preto 71,93 75,58
Medicina 58,75 63,04
Psicologia 59,80 53,45
Relações Internacionais 43,08 46,71
Publicidade e Propaganda 34,52 44,26
Jornalismo 33,53 43,21
Curso Superior do Audiovisual 38,60 39,17
Psicologia -Ribeirão Preto 37,66 37,09
Design 26,08 34,89
Arquitetura – São Carlos 27,36 34,68
*Incorporados os candidatos não aprovados nas provas antecipadas de Habilidades Específicas de Artes Visuais, de Música na ECA e de Música em Ribeirão Preto e que indicaram outra opção de carreira na inscrição

.

Prestar a Fuvest não é a única forma de estudar na USP

 

Até o vestibular 2015, quem quisesse entrar em qualquer curso de graduação da USP precisava prestar a prova da Fuvest. Mas na seleção de estudantes para o ano de 2016 isso mudou, com a adesão da Universidade ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Então, se a sua pontuação não foi suficiente para estar entre os convocados na segunda fase de provas da Fuvest, calma, ainda há o Sisu. Para se inscrever, é só acompanhar o cronograma do processo seletivo no site do Ministério da Educação (MEC).

Funciona assim: as instituições públicas de ensino superior em todo o Brasil oferecem vagas nos seus cursos de graduação para estudantes que participam do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado anualmente pelo MEC. No caso da USP, foram disponibilizadas 2.338 vagas, que representam 21% do total.

fuvest_grafico_sisu1c

 

.
UMA TERCEIRA VIA

A Fuvest também é responsável por exames de transferência externa, ou seja, avalia candidatos que estudam em outras instituições, mas que desejam continuar seus estudos na USP. Estes alunos vão ocupar vagas que não foram preenchidas no vestibular ou então de estudantes que desistiram do curso na USP. A seleção é feita por volta dos meses de maio a julho. Acompanhe pelo site. .
.

 

Em quais cursos posso entrar pelo Sisu?

Acesse aqui a lista de cursos da USP com vagas pelo Sistema e a distribuição por modalidades. Apenas três unidades não disponibilizaram vagas.

Como sei se minha nota é suficiente para entrar no curso?

Em dezembro, a Pró-Reitoria de Graduação da USP divulgou as notas mínimas exigidas por cada um dos cursos da Universidade que reservaram vagas para Sisu. Acesse aqui a lista completa e a errata do termo de adesão.

 A boa notícia é que, neste ano, os cursos reduziram a nota mínima exigida nas provas e não foi estabelecido um limite de chamadas para os aprovados. A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP), por exemplo, havia estabelecido 700 como nota mínima no curso de Administração em 2016, agora, baixou para 550.

Que tipos de vagas a USP oferece pelo Sisu?

1.155 são exclusivas para alunos de escolas públicas
586 são para estudantes de escolas públicas autodeclarados pretos, pardos e indígenas (PPI)
597 podem ser disputadas por todos os candidatos do Enem
TOTAL: 2.338.

fuvest_grafico_sisu2a

 20170106_fuvest2a.

Estudei em escola pública. E agora?

A USP é uma universidade pública e NÃO cobra nenhum tipo de mensalidade. No vestibular 2016, 75,2% dos 142.721 mil candidatos que prestaram a Fuvest declararam ter cursado todo o ensino médio em escola particular. Para atrair mais alunos da rede pública de ensino, a USP oferece um bônus (aumento) na nota da primeira fase e na nota final do vestibular para todos os candidatos que cursaram o ensino médio em escolas públicas no Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp).

A porcentagem de bônus pode chegar a 20% para quem prestar a Fuvest desde o segundo ano do ensino médio e participar do Programa de Avaliação Seriada da USP (Pasusp). No caso de alunos que se autodeclarem pretos, pardos ou indígenas, é somado ainda mais 5%. Ou seja, o bônus máximo que um candidato pode obter é de 25%.

 

15%

Os alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas têm direito a 12%. Para aqueles que, além disso, tenham estudado todo o ensino fundamental na rede pública, o bônus sobe para 15%.

Treineiro também ganha

Os estudantes de escolas públicas do segundo ano que prestam o vestibular como treineiros recebem 5% de bônus na prova da Fuvest. Caso sejam aprovados na primeira fase do vestibular, ganham 5% de bônus na prova do ano seguinte, quando prestarem a Fuvest novamente.

Assim, alunos que estejam no terceiro ano do ensino médio, que tenham estudado em escolas públicas também no ensino fundamental e que tenham participado do Pasusp no ano anterior com aprovação na primeira fase recebem, ao todo, 20% de bônus.

Mais 5%

Tanto candidatos Inclusp como Pasusp podem obter um bônus adicional de 5% caso se declarem pertencentes ao grupo de pretos, pardos ou indígenas.


.

Descubra se você tem direito ao sistema de bonificação:

.

fuvest_esquema_inclusp
.

A dinâmica do vestibular

.

especial_fuvest_dinamica3

.

.

.
Quer conhecer a história da Fuvest e quem está por trás da prova? Acesse nosso especial!

.
.
.
.

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados