USP sedia gabinete da Secretaria da Agricultura durante evento em Piracicaba

A ação ocorre, tradicionalmente, por conta da Semana Luiz de Queiroz

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
20161011_Esalq_gabinete
Arnaldo Jardim, Vahan Agopyan e Luiz Gustavo Nussio – Foto: Gerhard Waller

Na manhã desta terça-feira, 11 de outubro, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo transferiu seu gabinete para a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP. A ação ocorre, tradicionalmente, por conta da Semana Luiz de Queiroz, que está em sua 59ª edição.

O evento busca congregar alunos e egressos dos cursos da Esalq, além de professores, pesquisadores, agricultores, empresários, lideranças públicas e setoriais, para estabelecerem maior intercâmbio por meio de atividades técnicas, científicas e culturais.

O secretário de Agricultura, Arnaldo Jardim, participou do hasteamento das bandeiras, em frente ao Edifício Central, e transferiu oficialmente seu gabinete na Sala do Centenário. Em sua fala, ressaltou a importância do agronegócio no processo de retomada do crescimento da economia nacional. “Consideramos que, se os especialistas projetam um crescimento de pouco mais de 1% para a nossa economia no ano que vem, sabemos que o agronegócio terá um papel muito relevante, porque esse setor, apesar dos três anos de recessão, teve índices positivos de crescimento.”

Jardim parabenizou a programação da Semana Luiz de Queiroz, que resumiu em uma palavra: inovação. “Essa palavra será o diferencial, da economia e do nosso setor, e a Esalq está antenada e preparada para fazer isso”, afirmou.

O vice-reitor da USP, Vahan Agopyan, que acompanhou a cerimônia, ressaltou a importância da Esalq no desenvolvimento do agronegócio brasileiro. “O Brasil é um país competente e competitivo no setor agro e isso só é possível a partir de instituições como a Esalq. Se a USP tem destaque nos rankings internacionais, a parte agrícola da Universidade de São Paulo e, principalmente, a de ciências agrárias têm um destaque ainda maior. Isso demonstra que, de fato, a USP e a Esalq têm feito um esforço muito grande para que o País continue na vanguarda do agronegócio.”

O professor mencionou a divulgação do NTU Ranking no dia anterior, em que a USP foi a universidade latino-americana mais bem classificada, ocupando a 56ª posição. Em Ciências Agrícolas, área de competência da Esalq, a USP figura na 7ª colocação.

 

O diretor da Esalq, Luiz Gustavo Nussio, reforçou a necessidade de formar profissionais qualificados. Segundo o professor, não haverá o terceiro boom da agricultura, no Brasil e no mundo, se não tivermos pessoas preparadas para isso. “O que é preparar um profissional para aquilo que ainda não sabemos o que será? O que será preparar profissionais em sete carreiras para um futuro que se descortinará possivelmente sem nada a ver com o presente, do ponto de vista tecnológico?”, questiona. “É muito provável que em dez anos muitas das tecnologias que temos hoje tenham caído em obsolescência. É por isso que temos reiteradamente trabalhado com o propósito de passar aos nossos alunos, valores. Valores que transcendam ao tempo, valores que possam ser utilizados daqui a 30 anos para que esse profissional possa se reinventar e, qualquer que seja o pacote tecnológico que venha a se aproximar, que tenhamos condições com sensatez e compromisso social de irmos à frente.”

A 59ª Semana Luiz de Queiroz é um evento realizado pela Esalq, Associação dos Ex-alunos da Esalq (Adealq) e Prefeitura do Campus USP Luiz de Queiroz.

Com informações da Divisão de Comunicação da Esalq

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados