USP em São Carlos oferece mestrado profissional voltado à indústria

Curso é o primeiro do País a abarcar as áreas de matemática, estatística e computação aplicadas à indústria

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Objetivo é aprimorar a formação dos profissionais e atender às demandas específicas do setor produtivo – Foto: divulgação

.
Até dia 12 de junho, estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (Mecai).

A turma que ingressará em 2017 será a quarta do curso, que é oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos e pelo Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

O processo seletivo será realizado em uma única etapa e a divulgação do resultado final, com convocados para a matrícula e lista de espera, está prevista para ocorrer até o dia 3 de julho. Mais informações podem ser encontradas no edital completo do processo seletivo. As inscrições devem ser realizadas no site da Pós-Graduação do ICMC.

Neste ano, são oferecidas 15 vagas na ênfase em Ciência de Dados: Aplicações em Agricultura, Saúde, Finanças e Infraestrutura. “O público-alvo do Mecai são, essencialmente, profissionais da indústria, com formação nas áreas de atuação do programa (Matemática, Estatística e Computação) e que desejam aprimorar seus conhecimentos, sobretudo para o desenvolvimento de soluções inovadoras nas empresas em que trabalham”, comenta Ellen Francine Barbosa, coordenadora do Mecai e professora do ICMC.

O mestrado profissional é um dos únicos do país que aborda, de forma abrangente, áreas específicas da matemática, estatística e computação aplicadas à indústria. “O Mecai tem como principal objetivo aprimorar a formação dos profissionais e atender às demandas específicas do setor produtivo a fim de viabilizar a geração de produtos e/ou aplicações inovadoras, de forma que empresas e entidades afins tornem-se mais competitivas tanto no cenário nacional como no internacional”, conclui a coordenadora.

Com informações da Assessoria de Comunicação CeMEAI

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados