USP em Ribeirão Preto participa de campanha nacional de prevenção ao câncer de pele

Nos dias 25 e 26 de novembro, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP promoverá ação na cidade

Por - Editorias: Universidade, Extensão
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Prevenção do câncer de pele, doença que atinge cerca de 135 mil pessoas por ano - Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília via Fotos Públicas
Tema da campanha é Quem se ama, protege sua pele – Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília via Fotos Públicas

Nos dias 25 e 26 de novembro, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP promoverá ação social de conscientização para a prevenção do câncer de pele. A iniciativa integra a Campanha Nacional de Fotoeducação, promovida pelo Fórum Nacional das Farmácias Universitárias, com o tema Quem se ama, protege sua pele.

Com o objetivo de atender a população que frequenta os parques públicos e o bosque municipal de Ribeirão Preto, principalmente atletas, mães e crianças, no dia 25 de novembro, os alunos da FCFRP prestarão atendimento no Parque Municipal Carlos Raya, Rua Severino Amaro dos Santos, s/n, das 16 às 18 horas.

Já no sábado, 26 de novembro, os atendimentos serão das 9h30 às 12 horas, no Bosque Municipal Fábio Barreto, Rua da Liberdade, s/n, ambos em Ribeirão Preto.

De acordo com a professora Lorena Gaspar Cordeiro, da FCFRP, entre as atividades propostas está a prestação de informações à população sobre os riscos de exposição ao sol. “Os alunos abordarão a população, com informações sobre a forma de se expor ao sol, ganhando com os seus benefícios mas ao mesmo tempo se protegendo dos riscos, e sobre a forma correta do uso de fotoprotetores, ” explica Lorena.

A professora complementa que haverá entrega de panfleto informativo, fornecimento do índice ultravioleta do dia e a relação desse índice com a necessidade de mais cuidados com a fotoproteção, além da avaliação dos fototipos de pele para a indicação do Fator de Proteção Solar (FPS) mais adequado para cada indivíduo. “Vamos informar sobre a necessidade de proteção diária, para evitar o câncer de pele e outros efeitos da radiação ultravioleta. Caso sejam observadas manchas com características de câncer de pele, a pessoa será instruída a procurar um dermatologista ou o serviço público de saúde.”

Câncer de pele

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), o câncer de pele (não melanoma) é o de maior incidência no Brasil, sendo maior que o câncer de próstata e de mama. Estudos indicam que o aumento de queimadura solar, com bolhas e dor, aumenta o risco de câncer de pele. Por isso é importante a proteção diária durante toda a vida. Um estudo realizado nos Estados Unidos mostra que 83% das crianças têm queimadura solar no verão, já a incidência em adolescentes é de 36%.

A Campanha Nacional de Fotoeducação é um projeto de extensão coordenado pelo Fórum Nacional de Farmácias Universitárias, formado por representantes de 70 Cursos de Farmácia de instituições de ensino superior do Brasil, que teve início em 2012, na cidade de Goiânia, Goiás.

Na edição do ano passado, a campanha contou com a participação, simultânea, de 58 instituições de ensino superior, de todas as regiões do Brasil.  A data foi definida em função das atividades do Dezembro Laranja, instituído pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, com o objetivo de prestar orientações à população no final de novembro, para iniciar o mês em estado de alerta quanto ao câncer de pele.

A iniciativa é uma ação de educação em saúde e tem o intuito de promover a fotoeducação, ou seja, educar por meio de imagens, e assim prevenir o aumento da incidência do câncer de pele, por meio da conscientização de pacientes, comunidade universitária e público em geral quanto ao uso correto de protetores solares e cuidados da pele.

Além de alertar a população em relação aos perigos da exposição ao sol, a campanha tem como objetivo permitir que os alunos de Farmácia possam ter um contato mais próximo com a população, o que é fundamental para o processo de formação de um profissional efetivamente qualificado.

Mais informações: (16) 99722-1035

Crislaine Messias, com informações da FCFRP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados