USP cria programa de apoio aos municípios brasileiros

Estudantes e empresas juniores das unidades de ensino e pesquisa também poderão fazer parte da iniciativa, principalmente no desenvolvimento dos projetos

Por - Editorias: Universidade, Extensão
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
18112014vistaultimoandarmacfotomarcossantos004
Temas como planejamento estratégico, orçamento, licitações, direito público e convênios deverão fazer parte de cursos a serem oferecidos – Foto: Marcos Santos/USP Imagem

A USP vai implantar o programa USP Municípios, voltado para o desenvolvimento de ações de extensão, como cursos, seminários, assistência técnica e apoio a projetos, relacionadas a temas relevantes para as cidades brasileiras, principalmente as de pequeno e médio portes.

Uma comissão foi designada para formular as bases e acompanhar a implantação do programa. A comissão é coordenada pelo assessor do Gabinete do Reitor, Paulo de Tarso Artencio Muzy, e composta dos professores Adriano Rogerio Bruno Tech (Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos), Fernando de Souza Coelho (Escola de Artes, Ciências e Humanidades) e Fernando Tobal Berssaneti (Escola Politécnica).

“Nosso objetivo é atingir os novos prefeitos e vereadores eleitos em 2016”, destaca Muzy, explicando que o programa é uma iniciativa da Reitoria e será implantado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP.

Segundo ele, dentre os objetivos do programa estão os de promover os estudos, as pesquisas, a aplicação e as atividades de docência da USP relativas às políticas públicas municipais; realizar uma agenda de eventos visando à cooperação, à transferência de tecnologia e à inovação, para apresentar aos municípios as capacidades de apoio institucional da Universidade; e contribuir para o fortalecimento das relações institucionais da USP com as prefeituras, autarquia, empresas municipais e as câmaras municipais.

Além dos docentes da Universidade, os estudantes e empresas juniores das unidades de ensino e pesquisa também poderão fazer parte da iniciativa, principalmente no desenvolvimento dos projetos.

Temas como planejamento estratégico, orçamento, licitações, direito público e convênios deverão fazer parte do escopo de cursos a serem oferecidos. Um edital deverá ser lançado pela Pró-Reitoria com os critérios para a participação dos docentes no programa.

Também está em estudo a implantação de um programa de pós-graduação sobre gestão pública municipal.

“Vamos convidar órgãos como o Tribunal de Contas, a Associação Paulista dos Municípios, institutos ligados à Assembleia Legislativa, à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal para apoiar o programa”, considera Muzy.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui cerca de 5.500 municípios, dos quais 70% com população de até 20 mil habitantes.

Da Assessoria de Imprensa da USP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados