Rede social da USP quer reunir antigos alunos

Cadastrados no Alumni USP podem receber oportunidades de trabalho, educação continuada, networking e outras vantagens

Por - Editorias: Universidade
20161026_00_alumni1
Imagem: Divulgação/Alumni

.
“Uma vez USP, sempre USP!” Este é o lema do Alumni USP, um projeto que pretende criar uma rede com estudantes que já realizaram algum curso de graduação e/ou pós-graduação (mestrado e doutorado) na Universidade. Alumni é uma palavra em latim que faz referência a antigos alunos de uma instituição, sendo o plural de alumnus. A partir da ideia de que, mesmo depois de deixarem a USP, os estudantes carregam consigo o conhecimento adquirido durante os anos que permaneceram na Universidade, o Portal Alumni USP foi estruturado como uma proposta de reaproximação com os uspianos.

Idealizado há anos, o projeto passou por alguns pilotos antes de sua versão oficial atual. O objetivo, no entanto, sempre foi o mesmo: manter contato com os estudantes formados e conhecer como eles estão profissionalmente. A coordenadora do Escritório Alumni, Marina Gallottini, professora da Faculdade de Odontologia (FO) da USP, afirma que é muito importante para a Universidade ter uma base de dados que permita saber o que cada estudante está fazendo depois de formado. “A partir do momento que você conhece o perfil de quem formamos, consegue fazer um diagnóstico da qualidade do ensino que está sendo oferecido a eles”, afirma.

Rafael Libardi - Foto: Divulgação
Rafael Libardi, antigo aluno da USP – Foto: Divulgação

Atualmente, cerca de 11 mil novos alunos de graduação entram na USP todos os anos. Desde 1974, quando os estudantes passaram a ser registrados na base de dados digital, a Universidade formou 199.209 alunos de graduação. Já na pós-graduação, foram 104.156 titulados desde 1986.

Rafael Libardi foi um desses alunos. Ele concluiu sua graduação e mestrado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, e decidiu criar uma startup de cibersegurança que oferece um sistema capaz de proteger arquivos que são armazenados em nuvem, a UkkoBox. Com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), ele conseguiu desenvolver sua pesquisa e foi convidado a participar de competições internacionais de startups. Desde dezembro de 2015, está empenhado em desenvolver a UkkoBox em uma incubadora de empresas e aceleradora especializada em cibersegurança, que fica na Inglaterra.

Para Libardi, ser um antigo aluno da USP foi muito importante na sua vida profissional. “O contato que eu tive e a oportunidade de trabalhar, conhecer e aprender com os professores mais renomados do Brasil, talvez até da América Latina, sem dúvidas deu um start muito grande para a gente”, comenta. “A gente já saiu um pouco na frente de muitas outras empresas. Uma deficiência que existia antes é a questão da parte empreendedora na USP, mas agora eu percebo que ela está se desenvolvendo mais. O empreendedorismo está sendo muito mais incentivado e propagado, isso é uma coisa que eu acho importante.”

Vantagens

reg. 356-16 Marina Helena Cury Gallottini. FO - Faculdade de Odontologia. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Patologia Bucal, Medicina Oral e Pacientes Especiais. 2016/10/25 Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Professora Marina Helena Cury Gallottini, coordenadora do Escritório Alumni – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

.
Sobre as oportunidades que o Alumni USP tem a oferecer para ajudar os antigos alunos em suas trajetórias profissionais, a professora Marina comenta que estarão disponíveis, a princípio, três ferramentas principais.

A primeira é um recurso de desenvolvimento profissional chamado Mentoria. “O aluno vai poder pedir orientação por meio de filtros com palavras-chave”, diz. “Então, se ele é um profissional jovem e inexperiente, ele solicita a mentoria na área que deseja e o sistema o coloca em contato com pessoas que se candidataram para serem mentores, que são mais experientes e já atuam nessas áreas.”

O segundo recurso possibilita que o antigo aluno tenha um e-mail com o domínio “alumni.usp.br”. Para a professora, ter um endereço eletrônico que carrega o nome da USP é importante, pois reconhece que aquela pessoa é um antigo aluno. “É quase como se eu dissesse ‘olha, eu sou formado na USP. Eu tenho um e-mail alumni’”, explica.

Já a última ferramenta que estará disponível no lançamento é chamada de Embaixadores USP. “Por exemplo, eu sou uma antiga aluna de São Paulo e estou cadastrada no sistema. Vou a um congresso nos Estados Unidos, em Nova York. Eu posso dar um check-in no sistema para indicar que estou na região de Nova York e encontrar algum colega da área para me conectar com ele e fazer networking”, ilustra a professora. De acordo com ela, o portal também permite que os antigos estudantes cadastrados encontrem a sua turma e entrem em contato com seus colegas da Universidade.

Além desses recursos iniciais, Marina conta que pretende adicionar outras ferramentas. Uma delas é o banco de oportunidades, no qual os cadastrados podem receber anúncios de processos seletivos em empresas que demonstraram interesse por antigos alunos da USP. Também será implementada uma rede de descontos, incluindo cursos de especialização oferecidos pela USP.

O antigo aluno da Universidade que quiser participar do Alumni, basta se cadastrar no site.