Projetos selecionados na Febrace serão apresentados nos EUA

14 alunos do ensino médio e técnico participarão da maior mostra pré-universitária de projetos de ciências do mundo

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn100Print this pageEmail
Delegação brasileira que vai competir em Los Angeles – Foto: Divulgação

Nesta semana, uma delegação brasileira de jovens cientistas estará nos Estados Unidos para participar da Intel ISEF, feira internacional de ciências e engenharia – a maior feira pré-universitária do gênero no mundo que, neste ano, ocorre em Los Angeles, na Califórnia, de 15 a 19 de maio.

A equipe conta ao todo com 29 estudantes. Destes, 14 foram selecionados na edição 2017 da Febrace, a Feira Brasileira de Ciências e Engenharias da USP, realizada em março. Organizada todo ano pela Escola Politécnica (Poli), a mostra reúne projetos de estudantes do ensino fundamental, médio e técnico de todos os estados brasileiros. Na última edição, foram 346 trabalhos finalistas com a participação de 763 estudantes.

A professora Roseli de Deus Lopes apresenta workshop aos brasileiros que participarão da Intel ISEF – Foto: Divulgação

Os selecionados vêm de sete estados diferentes e ganharam passagem aérea e hospedagem para a participação na feira nos Estados.

Além dos estudantes indicados pela Febrace, a delegação brasileira contará com a participação de mais 15 estudantes selecionados na última edição da Mostra de Ciências e Tecnologia (MOSTRATEC), do Rio Grande do Sul, e pela Escola Americana de Campinas, de São Paulo.

Nos dias 11 e 12 de maio, os estudantes participaram de um workshop preparatório organizado pelo Laboratório de Sistemas Integráveis da Poli, sob a coordenação da professora Roseli de Deus Lopes. Na ocasião, assistiram a palestras e contaram com o suporte de professores especialistas e voluntários da USP, e de representantes da MOSTRATEC, que apresentaram informações sobre os critérios de avaliação da Intel ISEF e estratégias para apresentação, em inglês, dos projetos para os avaliadores, o público em geral e à mídia.

Conheça abaixo um pouco mais dos 9 projetos selecionados na Febrace:

Bahia (Salvador)

Projeto: JustStep – piso tátil integrado a comando de voz.

Autores: Lorenna Santos Vilas Boas (estudante), Justino de Araújo Medeiros (orientador), Andrea Cássia Peixoto Bittencourt (coorientadora).

Mato Grosso Do Sul (Aquidauana)

Projeto: Interface cérebro-computador de loop fechado hospedada em sistema de computação distribuída para comunicação com pessoas inicialmente classificadas em estado vegetativo ou coma.

Autores: Luiz Fernando da Silva Borges (estudante), Lucas Remoaldo Trambaiolli (orientador), Diogo Chadud Milagres (coorientador).

Minas Gerais (Leopoldina)

Projeto: Simulação da dispersão do Aedes Aegypti usando autômatos celulares.

Autores: Marcella Linhares Menezes (estudante), Lívia de Oliveira Rodrigues (estudante), Amanda Ozava Fernandes (estudante), Gustavo Montes Novaes (orientador), Evelyn Aparecida de Oliveira (coorientadora).

Paraná (Londrina)

Projeto: Utilização de metabólitos microbianos no desenvolvimento de alternativa para combate de Klebsiella pneumoniae.

Autores: Maria Vitória Valoto (estudante), Galdino Andrade Filho (orientador), Fabio Luiz Ferreira Bruschi (coorientador).

Rio Grande do Norte (Baraúna)

Projeto: Madeco Sabugosa: madeira ecológica, proveniente da reutilização do sabugo e da palha do milho.

Autores: Marcelo Abraão de Melo Ramalho (estudante) e Beatriz da Costa Dantas (estudante), Priscila Raquel Gurgel Rodrigues (orientadora).

Rio Grande do Sul (Osório)

Projeto: Transformação dos resíduos agroindustriais do maracujá em filmes plásticos biodegradáveis.

Autores: Juliana Davoglio Estradioto (estudante), Flávia Santos Twardowski Pinto (orientadora), Simone Hickman Flôres (coorientadora).

Rio Grande do Sul (Charqueadas)

Projeto: SmartLeg – prótese transfemoral inteligente II.

Autores: Arthur de Freitas e Precht (estudante), Leonardo Azzi Martins (estudante) e Luciano Sampaio da Silva (estudante), Matias de Angelis Korb (orientador), Diego Afonso da Silva Lima (coorientador).

São Paulo (São Paulo)

Projeto: Redes biológicas e a relação entre genes e funções mitocondriais com o transtorno obsessivo compulsivo.

Autores: Giovanna Lemos Ribeiro (estudante), Carolina Cappi (orientadora).

São Paulo (São Paulo)

Projeto: Avaliação do detergente mais eficiente para descelularização pancreática visando a criação de um pâncreas bioartificial para o tratamento do diabetes tipo 1.

Autores: Gabriel Ronatty Tavares Santos (estudante), Mari Cleide Sogayar (orientadora), Marluce da Cunha Mantovani (coorientadora).

Com informações da Febrace

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn100Print this pageEmail

Textos relacionados