Projeto treina monitores no Parque Estadual da Serra do Mar

Iniciativa é fruto da colaboração com outras instituições estaduais para melhoria do ensino público

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=140585
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Treinamento foi realizado nos núcleos de São Sebastião, Caraguatatuba e Padre Dória – Foto: Divulgação

Nos dias 18 e 19 de dezembro, o Projeto Ecossistemas Costeiros realizou a formação de novos monitores para a chamada Trilha das Mudanças Climáticas Globais, atividade lúdica e cooperativa, percorrida em trilhas, que leva os participantes a compreender os mecanismos envolvidos no ciclo de carbono e os processos de fotossíntese e respiração nas plantas.

O treinamento foi realizado com os funcionários do Parque Estadual da Serra do Mar, nos núcleos de São Sebastião, Caraguatatuba e Padre Dória.

Leia mais em: Projeto leva jovens para interagir e preservar reservas ambientais

O projeto, vinculado ao Instituto de Biociências (IB) e ao Parque CienTec da USP, tem como dois de seus objetivos o desenvolvimento, aplicação e avaliação de modelos de atividade educacional – tudo isso utilizando espaços naturais como sala de aula – e a ampliação de uma rede de cooperação para melhoria do ensino público. Nesse sentido, o tema abordado na trilha está relacionado principalmente às disciplinas de ciências, química e biologia, da proposta curricular para o ensino Fundamental II e Médio do Estado de São Paulo, e envolve também filosofia ambiental, história, geografia, geologia e educação física, apresentadas em um formato transdisciplinar.

A iniciativa é fruto da colaboração de diversos institutos da USP em parceria com a Fundação Florestal, Secretaria da Educação Estadual e Municipal de São Paulo e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Adaptado de Maria Carolina Las Casas / Assessoria de Comunicação

Mais informações: e-mail fberchez@ib.usp.br, com o professor Flávio Augusto de Souza Berchez

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados