Professores da USP aprovam greve a partir de 30 de maio

A assembleia também se posicionou contra a má distribuição de recursos e o despejo do Sintusp

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Na noite de segunda-feira, 23 de maio, a Associação dos Docentes da USP (Adusp) aprovou, em assembleia, greve no dia 30 de maio.

De acordo com nota divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp), os professores são contra “o desmonte da Universidade, arrocho salarial, a mudança de carreira dos docentes e a proposta de avaliação feita pela reitoria”.

Os estudantes e funcionários já haviam aprovado greve anteriormente.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados