Prédio administrativo da ECA é ocupado por estudantes

Alunos da Escola de Comunicações e Artes passaram a noite no prédio para garantir que a decisão da assembleia fosse cumprida

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Após assembleia que durou três horas, os alunos da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP deliberaram a favor da ocupação do prédio administrativo da unidade. Os estudantes são contra o termo de concessão de uso, sindicâncias aos alunos processados e a ordem de despejo do Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp) que também fica localizado na ECA. Os alunos também reivindicam implantação de cotas, contratação de funcionários e apoio à permanência estudantil.

A diretoria da ECA e os chefes de departamentos se posicionaram contra a ocupação, alegando que estão abertos ao diálogo e alertando os prejuízos que isso traria ao funcionamento da unidade, como o fechamento da folha de pagamento de funcionários e professores e paralisação das atividades de extensão.

Os cursos ainda estão se posicionando se apoiam ou não a greve. Jornalismo, Editoração, Biblioteconomia, Educomunicação, Música, Artes Cênicas e Audiovisual já se posicionaram a favor, enquanto Publicidade e Propaganda, Turismo, Relações Públicas e Artes Plásticas ainda estão em processo de deliberação.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados