Pesquisa da Enfermagem de Ribeirão Preto ganha prêmios nos Estados Unidos

Raquel Pan, formada na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP, recebeu dois prêmios no International Society for Burn Injuries Congress

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Raquel Pan com os Dois prêmios_e Gretchen Carrougher
Raquel Pan à esquerda, ao lado da professora Gretchen Carrougher

Uma pesquisa de doutorado sobre a reinserção escolar de crianças sobreviventes de queimaduras desenvolvida na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP rendeu dois prêmios a sua autora, Raquel Pan.

Ela foi premiada durante o 18th International Society for Burn Injuries Congress, realizado em agosto, na cidade de Miami, nos Estados Unidos.

Raquel recebeu o Aikawa Young Investigator Prize pela apresentação oral e específica do seu trabalho de doutorado e também o Prêmio The Baskent University Nursing Award como reconhecimento da sua pesquisa.

“Fui a primeira enfermeira do Brasil a receber este prêmio que é extremamente importante, pois dá visibilidade para a área da enfermagem em nível mundial, devido ao conhecimento novo que traz em um evento predominantemente médico”, relata a pesquisadora.

Os prêmios conquistados estão relacionados com a pesquisa de doutorado da enfermeira, denominada Significados da reinserção escolar de crianças após queimaduras: um estudo etnográfico, defendida em dezembro de 2015 na EERP.

O Estudo

Nesse estudo, Raquel aborda o processo de reinserção escolar de crianças sobreviventes de queimaduras. Participaram da pesquisa 57 pessoas, englobando crianças e os atores sociais envolvidos nesse processo, como familiares, profissionais de saúde, professores e amigos.

A pesquisa apontou que existem alguns fatores que facilitam a reinserção, como, por exemplo, manter contato com os professores e colegas da escola durante a hospitalização e dar continuidade às atividades escolares, além de preparar a escola para receber a criança e abordar sobre queimadura nas aulas, para evitar curiosidade.

O trabalho busca empoderar as crianças e seus familiares sobre a melhor maneira de lidar com as queimaduras durante a reinserção escolar e contribuir para o desenvolvimento de estratégias, para que esse processo ocorra da melhor forma possível.

Livreto Queimaduras: prevenção de acidentes

Em junho de 2015, Raquel reformulou o livreto Queimaduras: prevenção de acidentes, que é resultado do trabalho de pesquisa Prevenção de acidentes por queimaduras: percepção de pacientes e de seus familiares, coordenado pela professora Lídia Aparecida Rossi.

O estudo mostrou que pacientes que sofriam queimaduras não conheciam os riscos na própria casa, mencionando como fator de risco apenas a situação relacionada ao acidente, por isso a ideia do manual. O livreto original foi publicado em 2000 e Raquel fez essa reformulação para atrair mais a atenção de famílias e crianças sobre a temática queimadura.

Outros prêmios

Em setembro do ano passado, a enfermeira também foi premiada no 16º Congresso da Associação Europeia de Queimaduras, que aconteceu em Hannover, Alemanha, com o trabalho Reinserção escolar de crianças sobreviventes de queimaduras: uma revisão integrativa.

Ainda, em outubro de 2012, ganhou o Prêmio Elizabeth Greenfield, concedido pela Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ), de melhor trabalho na área de enfermagem com o trabalho Reinserção escolar de crianças vítimas de queimaduras na ótica das mães.

Já em 2014, ganhou, pela segunda vez, o mesmo prêmio, com o trabalho Caregivers perspective of school reintegration in children survivors of burns (Cuidadores: perspectiva de reintegração escolar em crianças sobreviventes de queimaduras).

Mais informações: email raquelpan01@gmail.com

Stella Arengheri/Serviço de Comunicação Social do Campus de Ribeirão Preto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados