Morre o professor Paulo Yoshio Kageyama

Docente da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP era conhecido pela luta em prol da agricultura familiar

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
20150517_Paulo_Yoshio_Kageyama
Foto: Gerhard Waller

Faleceu na manhã desta terça-feira, 17 de maio, o professor Paulo Yoshio Kageyama, do Departamento de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP. Paulo Kageyama será velado nesta quarta-feira, 18 de maio, das 8 às 15 horas, na sala A do cemitério Parque da Ressurreição, em Piracicaba (SP).

Kageyama nasceu em 3 de dezembro de 1945, em Santo Anastácio (SP). O docente era graduado em Engenharia Agronômica pela USP (1969), mestre (1977) e doutor (1980) em Agronomia pela USP e pós-doutor pela North Carolina State University (1991). Foi diretor de Conservação da Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente do governo federal (2003-2007). Era professor titular da USP; representante titular do Ministério do Desenvolvimento Agrário na Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio. Também figurava, desde 1988, como membro do grupo de Experts da FAO/Roma – para Conservação Genética. Tinha experiência na área de Genética e Conservação, com ênfase em Genética de Espécies Arbóreas, atuando principalmente com Conservação de Ecossistemas Tropicais, Restauração de Áreas Degradadas, Sementes Florestais, Variabilidade e Estrutura Genética, assim como Agrobiodiversidade e Agricultura Familiar.

Trajetória

Em 2012, Paulo Kageyama foi entrevistado pelo jornalista Ricardo Alexino para o programa Trajetória, da TV USP. Na oportunidade, falou sobre suas pesquisas na área de biodiversidade, projetos junto a assentamentos e sua passagem pelo Ministério do Meio Ambiente, entre outros temas. A entrevista está dividida em dois blocos (Bloco 1 e Bloco 2).

Em 2014, Kageyama participou do programa Diálogos Sustentáveis, da TV USP Piracicaba. Em pauta, o Ano Internacional da Agricultura Familiar, promovido pela ONU. A mediação foi do jornalista Fabiano Pereira. Em 2015, também pela TV USP Piracicaba, falou sobre agricultura familiar no programa Especiais TV USP.

Caio Albuquerque / Assessoria de Imprensa da Esalq

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados