Inscrições do Programa de Incentivo à Demissão Voluntária começam em 1º de agosto

Nova etapa do PIDV terá investimento de R$ 118 milhões

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn5Print this pageEmail
cartilha_01
Serão disponibilizados, no sistema MarteWeb, uma cartilha de orientações, as perguntas mais frequentes sobre o tema e um simulador

Na próxima segunda-feira, 1º de agosto, começam as inscrições para a nova etapa do Programa de Incentivo à Demissão Voluntária (PIDV) da USP.

Poderão se inscrever no programa todos os servidores técnicos e administrativos com idade até 72 anos e que tenham contrato de trabalho em vigor com a Universidade. Terão prioridade os servidores com maior idade e maior tempo de trabalho. Estão excluídos do programa os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e atendentes de enfermagem.

Além das verbas rescisórias a que já teriam direito – como saldo de salário, 13º salário proporcional, férias proporcionais e eventuais vencidas, acrescidas do terço constitucional –, o programa prevê, entres outros benefícios, duas indenizações aos funcionários que aderirem voluntariamente: a primeira, com valor equivalente a um salário por ano de trabalho na USP, até o limite de 20 salários e no valor máximo de R$ 400 mil; e a segunda, equivalente a 40% do saldo do FGTS depositado pela Universidade.

As inscrições poderão ser feitas de 1º a 31 de agosto, exclusivamente por meio de preenchimento do requerimento no sistema MarteWeb. Para que cada funcionário possa escolher o melhor caminho de acordo com seus projetos pessoais, a Universidade disponibilizará no sistema uma cartilha de orientações, perguntas mais frequentes sobre o tema e um simulador em que o interessado poderá verificar os valores das indenizações do PIDV.

Nesta nova etapa do programa – aprovada pelo Conselho Universitário no dia 12 de julho e formalmente instituída pela Resolução nº 7.229, de 13 de julho de 2016 – serão investidos recursos da ordem de R$ 118 milhões. Se a somatória dos valores de rescisão e indenização de todos os servidores inscritos ultrapassar esse montante, terão prioridade os servidores com maior idade e maior tempo de trabalho na Universidade.

Na primeira edição do PIDV, realizada em 2015, 1.433 servidores foram desligados da Universidade, entre os meses de fevereiro e abril, representando redução de cerca de 4% dos gastos com a folha de pagamento da USP.

Assessoria de imprensa da USP

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn5Print this pageEmail

Textos relacionados