Hospital Universitário restringirá atendimento no Pronto Socorro Adulto

A partir do dia 10 de junho, apenas emergências serão atendidas entre 19 e 7 horas

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, 1º de junho, o superintendente do Hospital Universitário (HU) da USP, Waldyr Antônio Jorge, informa que o Pronto Socorro Adulto atenderá apenas a emergências entre 19 e 7 horas, a partir do dia 10 de junho.

Segundo a nota, a decisão segue “os padrões mínimos de segurança e garantia na qualidade do atendimento à população e ensino aos alunos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Medicina”. O superintendente informa que “as equipes reduzidas ficarão responsáveis pelos pacientes em observação na retaguarda do Pronto Socorro e pelos atendimentos dos casos emergenciais”.

Segundo o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), o governo do Estado de São Paulo deve se reunir com médicos e funcionários do HU nesta sexta-feira. A Assessoria de Imprensa da USP estima que 20 médicos aderiram à greve desde o dia 30 de maio. Servidores estão em greve desde o dia 23 de maio. A principal reivindicação é a contratação de funcionários, além da permanência do Hospital vinculado à USP, não ao governo estadual.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados