Grupo da USP quer promover excelência na gestão de empresas familiares

Iniciativa busca servir como ponte entre o conhecimento acadêmico e a prática das empresas no âmbito da gestão de empresas familiares

Por - Editorias: Universidade, Extensão
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Diversos estudos apontam que aproximadamente 90% das empresas no mundo são familiares. Podem existir diferenças nesse resultado devido a variadas formas de se caracterizar e defini-las, mas o fato é que as empresas familiares são a forma predominante de organização socioeconômica privada. Entender suas características, processos e problemáticas pode facilitar o avanço no conhecimento científico sobre esse tipo de organização e oferecer respostas aos gestores e famílias empresárias.

Professor Luiz Ricardo Kabbach de Castro, coordenador do Grupo de Excelência em Empresas Familiares | Foto: Keite Marques
Professor Luiz Ricardo Kabbach de Castro, coordenador do Grupo de Excelência em Empresas Familiares | Foto: Keite Marques

Com a proposta de contribuir com essas questões, foi criado o Grupo de Excelência em Empresas Familiares, coordenado pelo professor do Departamento de Engenharia de Produção (SEP) da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, Luiz Ricardo Kabbach de Castro.

O objetivo é ser uma ponte entre o conhecimento acadêmico e a prática das empresas no âmbito da gestão de empresas familiares.

O grupo contará com parceiros que colaboram em todas as atividades, seja por meio de projetos de assessoria, apresentações ou cursos. “Temos diversos parceiros que permitirão que o Grupo de Excelência em Empresas Familiares cumpra seus objetivos, em grande parte professores e pesquisadores de diversas universidades, com experiência acadêmica e prática na gestão de empresas familiares, assim como profissionais especializados em empresas familiares”, definiu Castro.

Lançamento

O lançamento e a primeira reunião do grupo foi realizada no dia 13 de abril, na USP em São Carlos, com representantes de empresas familiares de dentro e fora do estado de São Paulo e as organizações parceiras: Societàs Consultoria, Symnetics e Lupo. Houve ainda um seminário com o professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP, Marcelo Pagliarussi.

20160504_03_pb

Elvio Lupo, consultor de empresa e conselheiro da empresa Lupo, partindo de seu próprio exemplo, disse que é comum empresas familiares passarem por conflitos à medida que os membros aumentam e as gerações avançam, as peculiaridades da família e da empresa vão se misturando. “Lidar com essa complexidade é o desafio de todas as empresas familiares durante sua evolução. Acredito que melhor forma é antecipar as estratégias antes que as crises surjam, pois é mais fácil construir do que reconstruir”.

Antonio Sorbara, consultor da Symnetics e um dos coordenadores do Grupo de Excelência em Empresas Familiares, também destacou que, nesse primeiro encontro, foi possível ver o formato em que serão realizados os trabalhos. “O grupo se propõe a oferecer conceitos, conhecimentos, ferramentas práticas, experiências, capacitação em gestão e competências, tudo aplicável e específico ao contexto de empresas familiares”, comentou.

De acordo com o professor da EESC, “do ponto de vista acadêmico muito já se sabe sobre a dinâmica e características da empresa familiar, o que a distingue das empresas não familiares, seus pontos fortes e possíveis debilidades, como evoluem e quais os principais pontos de ruptura ou tensão que podem existir ao longo do processo de evolução e crescimento da família e do negócio”.

Consultor e conselheiro da Lupo SA Elvio Lupo | Foto: Keite Marques
Consultor e conselheiro da empresa Lupo: Elvio Lupo | Foto: Keite Marques

No entanto, ainda é preciso entender com mais rigor e detalhe a heterogeneidade das empresas familiares. Isso significa entrar na empresa para compreender melhor os processos, a cultura e outras dimensões que possam especificar melhor o conceito de ‘familiness’ (em tradução literal, familidade) que vem emergindo na literatura, permitindo eventualmente, medi-lo e compará-lo.

Os interessados em participar das atividades do Grupo devem entrar em contato pelo e-mail secretaria.ceef@usp.br.

Com informações de Keite Marques da Assessoria de Comunicação da EESC

Mais informações: (16) 3373 9425, site http://www.ceef.prod.eesc.usp.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados