Fonoaudiologia de Bauru recruta voluntários para estudos sobre a voz

Pesquisas buscam entender a influência na voz do cigarro e do aquecimento vocal

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Sob a coordenação da professora Lídia Teles, o Departamento de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP está desenvolvendo duas pesquisas sobre voz que precisam de voluntários.

As atividades serão realizadas na Clínica de Fonoaudiologia da FOB, localizada na alameda Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75. Vila Universitária, em Bauru.

 

A Voz que Fuma

Para participar, é preciso ser do sexo masculino e fumar há pelo menos cinco anos. O estudo “A Voz que Fuma” fará análise da voz por método computadorizado, com duração de 30 minutos, buscando compreender a influência do cigarro na voz. As avaliações serão realizadas até o dia 15 de julho.

Caso o interessado não seja fumante e queira conhecer mais sobre sua voz, também é possível participar, porque o estudo fará a análise comparativa da voz de fumantes e não fumantes.

Para participar, o candidato deve ligar ou enviar mensagem pelo aplicativo WhatsApp para o telefone (14) 98168-1276 (falar com Beatriz).

Aquecimento da Voz em Cantores Líricos e de Rock

Também até o dia 15 de julho, o curso de Fonoaudiologia da FOB convida voluntários para participar da pesquisa “Aquecimento da voz em cantores líricos e de rock”. A análise da voz será por método computadorizado e prática do aquecimento vocal. O intuito é melhorar a compreensão da influência do aquecimento na voz.

Para participar, o candidato deve ligar ou enviar mensagem pelo aplicativo WhatsApp para o telefone (14) 99779-9849 (falar com Mariana).

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados