Exposição da USP no Metrô esclarece população sobre doenças tropicais

Painéis sobre febre amarela, dengue, zika e chikungunya estarão até maio na estação Clínicas, em São Paulo

Por - Editorias: Extensão
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Painel sobre febre amarela fala sobre como a doença é transmitida, os sintomas e como se prevenir – Foto: Divulgação/IMT

Desde o dia 20 de abril, quem passa pelo corredor da estação Clínicas do Metrô, na capital paulista, pode se informar sobre doenças tropicais que têm preocupado a população, como febre amarela, dengue, zika e chikungunya.

A exposição, criada pelo Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT) da USP, é composta de dez painéis com perguntas e respostas sobre causas, prevenção e tratamento das chamadas arboviroses (vírus que são transmitidos por artrópodes, ou seja, insetos e aracnídeos).

O material também traz informações sobre o que a Universidade está fazendo para combatê-las. Os painéis mostram as atividades laboratoriais desenvolvidas na USP, esclarecem os cuidados que os viajantes devem tomar e informam quais instituições a pessoa deve procurar caso contraia alguma moléstia infecciosa.

A exposição Doenças Tropicais e Saúde Internacional – Febre Amarela e outras Arboviroses é gratuita e fica aberta até 31 de maio, das 10 às 22 horas. A estação Clínicas integra a Linha 2-Verde do Metrô e fica na Av. Dr. Arnaldo, 555, em São Paulo-SP.

Mais informações: (11) 3061-8704, e-mail scv.imt@usp.br

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados