Congresso na USP discute como o futebol pode gerar negócios

Congrefut será nos dias 3 e 4 de agosto, na Cidade Universitária; inscrições abertas

Por - Editorias: Extensão
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
I Congrefut, Congresso de Gestão do Futebol na USP – Foto: Divulgação / FEA

Para muitos, o futebol aparece apenas na forma de esporte ou entretenimento. Uma olhada rápida nos bastidores, no entanto, é o bastante para ver que há um mercado grande que se articula para fazer ele funcionar. Pensando nisso, alunos da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP realizarão o primeiro Congresso de Gestão do Futebol (Congrefut).

O evento, que ocorre nos dias 3 e 4 de agosto na FEA, reúne profissionais e pesquisadores de diversas áreas que, de algum modo, estão envolvidos com o esporte — seja através da logística dos estádios, da administração dos clubes ou da cobertura esportiva na mídia, e assim por diante.

A organização do congresso é uma parceria entre a agência Armatore Market + Science e a entidade estudantil FEA Sport Business, que desde 2014 aproxima os alunos da Universidade com a gestão do universo esportivo.

“Queremos criar esse espaço para o universitário e mostrar que também é possível trabalhar com esse mercado”, explica o presidente da entidade, Adailton Junior. Mesmo porque foi a falta de contato dos estudantes com essa área o que motivou o surgimento da FEA Sport Business.

A ideia é que o congresso possa ser um ambiente de troca de conhecimentos entre profissionais do mercado e o meio acadêmico, complementando um cenário carente na formação dos alunos.

Há um mercado grande que se articula para fazer uma partida de futebol funcionar – Foto: Øyvind Vik. / Domínio Público via Wikimedia Commons

Isso se reflete bastante na variedade dos palestrantes que estão confirmados para o evento. Entre eles estão nomes como Eduardo Bandeira de Mello (presidente do Flamengo), César Grafietti (analista econômico-financeiro dos clubes, Itaú BBA) e os jornalistas Maurício Noriega (SporTV) e Paulo Calçade (ESPN).

Outras atrações são pessoas como Fernando Ferreira, fundador da primeira rede de gastronomia para clubes de futebol do mundo, e Felipe Aquilino, diretor de direitos de transmissão do Esporte Interativo.

Na abertura do segundo dia, está programada uma mesa só de mulheres para debater os desafios da expansão do futebol feminino no Brasil. As convidadas incluem Aline Pellegrino, ex-capitã da Seleção Brasileira de Futebol e atual coordenadora da Federação Paulista de Futebol, e Alline Calandrini, zagueira do Santos Futebol Clube e da Seleção Brasileira.

Mesmo para quem não acompanhe o futebol de perto, o evento aparece como um espaço interessante para se discutir a governança corporativa. Outro destaque é a presença de Fernando Fleury, colunista da ESPN que defendeu a tese O torcedor como vantagem competitiva: uma análise sob a ótica da transferência da lealdade este ano na FEA.

Para a próxima edição, Adailton diz que um plano futuro seria abrir o Congrefut para a submissão de trabalhos acadêmicos.

As atividades serão das 9h30 às 20 horas. Para participar, é preciso garantir a vaga através deste link. Os valores são R$ 50,00 (um dia) e R$ 60,00 (dois dias) para universitários; R$ 85,00 (um dia) e R$ 100,00 (dois dias) para o público em geral. Estudantes da FEA têm entrada franca mediante doação de um quilo de alimento não perecível ou um brinquedo, a serem entregues no dia do evento.

O congresso será ​no Auditório FEA-5 e na Sala da Congregação da FEA, localizados na Av. Professor Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações no site do evento.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados