Alunos da Farmácia se unem para promover projetos sociais

A Farmácia Acadêmica Social realiza ações voltadas para estudantes da área da saúde e a comunidade externa à USP

Por - Editorias: Extensão
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Oficina de reciclagem e higiene com crianças – Foto: Divulgação

Eles ainda são estudantes, mas já atuam para disseminar o conhecimento adquirido na Universidade para a população, seja informando sobre o uso correto de medicamentos ou a importância dos cuidados com a saúde. Os 23 integrantes e nove colaboradores da Farmácia Acadêmica Social (FAS) são alunos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP.

Criada em 1964, a entidade quase foi extinta no ano passado. “Havia poucas pessoas e questões burocráticas que atrapalhavam o andamento dos projetos”, afirma Raquel Lucena, presidente do grupo. A FAS está passando por uma fase experimental de sua organização.

Membros da FAS no workshop de Práticas Integrativas e Complementares – Foto: Ismael Rosário

Algumas ações pontuais foram realizadas este ano, como a doação de cabelos para uma ONG durante a recepção de calouros da USP, atividades com crianças sobre reciclagem, escovação e verminoses. Além de um mutirão para a limpeza do local onde o Projeto Alavanca promove aulas de reforço e cursinho pré-vestibular para a comunidade do Jardim São Remo, localizada ao lado do campus Cidade Universitária da USP, em São Paulo.

Fora as ações voltadas para a população, a entidade também organizou atividades focadas em estudantes da área da saúde, como um curso de humanização, realizado em julho. Durante uma semana, palestrantes apresentaram formas de cuidados diferenciados, focadas no paciente.

Estudantes da FCF durante oficina com crianças – Foto: Divulgação

Ocorreu ainda um workshop sobre Práticas Integrativas e Complementares (PICS), no qual vários profissionais passaram informações sobre terapias alternativas que podem complementar o tratamento farmacológico de pacientes. Raquel avalia que “o workshop mostrou aos estudantes e à Faculdade de Ciências Farmacêuticas que existem terapias alternativas e elas merecem um espaço”.

Outros projetos estão previstos para o segundo semestre deste ano, como a distribuição de caixas pela Universidade destinadas ao descarte correto de medicamentos vencidos ou sem uso e a parceria com o Centro Acadêmico de Farmácia e Bioquímica (CAFB) para o evento Outubro Rosa. A proposta é arrecadar doações de cabelos para a ONG Rapunzel Solidária, responsável pela elaboração de perucas para pessoas que estão em tratamento de câncer e outras doenças. A ação será nos dias 30 e 31 de outubro.

A atual presidente da FAS, Raquel Lucena – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A entidade também vai colaborar com a 17ª Edição da Campanha de Diabete e Hipertensão, que possui organização independente. Serão feitos os testes de glicemia e colesterol e as medidas de pressão arterial e circunferência abdominal. O evento é gratuito e ocorre nos dias 26, 27 e 28 de setembro. As campanhas serão no prédio da Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

Atualmente, a entidade é formada pelos cargos de presidente, vice-presidente, tesoureiro e secretário, além dos diretores de produto, projeto e divulgação. Ainda que existam essas divisões, Raquel afirma que uma das filosofias do grupo é a horizontalidade, permitindo que todos participem da tomada de decisões.

O mutirão de limpeza do Projeto Alavanca também reuniu alunos de outros cursos da USP – Foto: Divulgação

Para a arrecadação de dinheiro para projetos são vendidos jalecos, óculos de proteção e luvas, objetos úteis para os alunos de Farmácia. Os estudantes podem encontrar os materiais na sala da FAS, no prédio da Faculdade de Ciências Farmacêuticas. A FCF está localizada na Av. Prof. Lineu Prestes, 580, no campus da USP na Cidade Universitária.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados